b_0_280_16777215_01_images_Comunicar__possvel_para_todos.jpg

Divulgamos uma ação "dois em um" que enquadra no projeto "Todos juntos podemos ler"

 

Estudos apontam que 10% da humanidade apresenta um qualquer tipo de deficiência. Desse grupo, cerca de 0,5% é afetado por deficiências ao nível comunicativo. Se muitas pessoas não são capazes de comunicar através da fala, questionamos: como é que alguém que não fala pode comunicar?

O Workshop que decorrerá na Lousã encontra as suas premissas no modelo da diversidade funcional, que implica o respeito de uns pelos outros, retira-se o enfoque na deficiência/incapacidade e recusam-se os modelos que pretendem integrar a diferença, para apostar num modelo centrado na funcionalidade que promova a inclusão da diversidade enquanto fator de enriquecimento mútuo.

Será abordada a temática da comunicação aumentativa e alternativa, aliada à tecnologia, que tem como objetivo a oferta de métodos de ampliação das capacidades remanescentes de comunicação, ou de substituição, no caso da ausência de qualquer forma de expressão comunicativa percetível.

Este Workshop será ministrado por Célia Sousa, Doutorada em Ciências da Educação na Especialidade Comunicação pela UNEX, Coordenadora do Centro de Recursos para a Inclusão Digital do Instituto Politécnico de Leiria, Investigadora da Universidade Nova de Lisboa e colaboradora de um dos Centros de Investigação da Universidade Lusíada.  

Nesta sequência decorrerá também a apresentação do livro "O coração vive de sorrisos" de Carolina Cruz, apoiado pela Câmara Municipal e pela Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade, com a mediação da escritora Ana Simão.

Sinopse:
"Acham que não é possível apaixonarmo-nos por alguém dito diferente?
Então venham!
Quero que conheçam o Cláudio (um adulto com paralisia cerebral, apaixonado pela vida), a Alice (uma adolescente com síndrome de Down, que com sorrisos enfrenta a vida, depois de todas as mil razões que esta lhe dera para chorar), o Samuel (um jovem adulto com esquizofrenia com grande espírito de perseverança), a Madalena (uma menina de treze anos, com síndrome de Tourette, mas com mil sonhos na mão) e a Maria Inês (uma adolescente com síndrome de Asperger, tremendamente apaixonada pela musicoterapia) – personagens fictícias das cinco histórias que o livro apresenta e que provam que o amor não tem forma ou feitio e que é das formas mais sinceras de se viver.
Entrem nas suas vidas e deixem-se encantar por todos os sorrisos e por todos os sonhos que envolvem esta ficção que absorve a realidade de que o amor sempre vence."

Livro disponível para venda em https://www.facebook.com/carolinacruzautora  

 


Temo o homem de um livro só (S. Tomás de Aquino)

Eventos

janeiro 2019
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Agrupamento de Escolas da Lousã

Um agrupamento aLer+