b_0_280_16777215_01_images_Noticias_ppl.JPG

A Rede de Bibliotecas da Lousã está a iniciar o ano civil com o seu habitual dinamismo. Amanhã irá decorrer uma sessão que assinala o Dia Mundial do Braille e a história desta escrita até ao digital, uma iniciativa da ACAPO – Distrito Coimbra com a Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade e a Biblioteca Municipal.

Já no dia 8 de janeiro os alunos da Escola Secundária e da EB n.º 1 receberão a visita de João Pinto Coelho, autor que venceu em outubro o Prémio Leya 2017 e que vai falar sobre o livro “Perguntem a Sarah Gross”.

No dia 19 a ilustradora e escritora lousanense Catarina Sobral visitará as Escolas e no dia 20 estará presente na Biblioteca Municipal, no Sábado Cultural, para sessões de leitura e conversas sobre o seu percurso que lhe deu o atual reconhecimento internacional.

Está também a ser dada continuidade ao Projeto de Promoção de Leitura do 1.º Ciclo do Ensino Básico que leva histórias às Escolas, com tem acontecido ao longo dos últimos anos. Com o apoio de livros, os contadores de histórias da Câmara Municipal têm abordado temas do quotidiano e sensibilizado as crianças para temas que a Rede de Bibliotecas da Lousã considera pertinentes.

No 1.º período letivo analisou-se o assunto das migrações, bem como a importância da Educação Especial, numa perspetiva que favorece a integração dos cidadãos. No 2.º período, que hoje começa, serão abordadas temáticas como o crescimento, os afetos e a proteção da natureza, através dos seguintes livros: “Tão tão grande” de Catarina Sobral; “Quanto Vale a Amizade?” de Maria Lúcia Carvalhas e Raquel Pinheiro; “As aventuras do Gaio Malaquias”, de Idália Francisco e Dora Francisco.


Temo o homem de um livro só (S. Tomás de Aquino)

Eventos

outubro 2018
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Agrupamento de Escolas da Lousã

Um agrupamento aLer+